Home
   EVENTOS-Fotos
   Compartilhando
   Notícias
   Artigos
   Agenda de eventos
   Loja Virtual
   Motivos de oração
   Dicas Joel Comiskey
   Ferramentas
   Trabalho/Conjunto
   Contato

      AS DENOMINAÇÕES E A IGREJA EM CÉLULAS

de JCG Novembro 2012 Newsletter, www.joelcomiskeygroup.com


Algumas pessoas olham para o Brasil como a Meca do ministério de igrejas em células. Muito dos créditos para essa explosiva aceitação dos princípios de igrejas em células devem ser atribuídos ao ministério de Robert Lay, Ministério Igreja em Células. A coisa mais bela do ministério de Lay é o treinamento e mentoreamento de uma multidão de líderes denominacionais e suas igrejas.

Durante minha última conferência em Recife, uma pastor de uma igreja em células presbiteriana foi o co-líder do seminário em uma igreja batista em células. Ministrei no sábado à noite em uma igreja em células anglicana. Cada grupo denominacional manteve sua identidade enquanto abraçava plenamente os princípios da igreja em células. Senti uma unidade muito forte entre esses pastores, que estava muito além das suas barreiras denominacionais. E essas igrejas tão diferentes entenderam que a transição para uma igreja em células é uma maratona, que chega a durar perto de 50 anos.

Em outra ocasião, falei em uma conferência em uma igreja em células em crescimento que atribuía parte dele ao fato de deixar a igreja denominacional e estar livre dos regulamentos denominacionais. Um dos líderes questionou a base bíblica para o denominacionalismo e sentia que a tradição travava o ministério com as células.
Alguns pastores denominacionais querem se tornar igreja em células, mas se sentem paralisados pela crítica, regulamentos e falta de encorajamento. O que as igrejas denominacionais podem fazer para assegurar uma transição bem-sucedida? O que os líderes das denominações podem fazer para ajudar igrejas independentes no ministério das células?
Este mês, vamos explorar a questão das denominações e as igrejas em células. Pastores experientes de igrejas em células vão escrever 20 artigos sobre o assunto durante o mês de novembro. Vamos discutir:

  • Semana 1 – 4 a 10 de novembro: Sabemos que muitas igrejas em células bem-sucedidas são de denominações antigas. Algumas denominações, como os Batistas, veem suas igrejas como entidades autônomas. A igreja local, e não a denominação batista, tem a autoridade final. Outras denominações exercem maior controle sobre suas igrejas, e podem desencorajar suas igrejas a seguir a estratégia das células.
  • Semana 2 – 11 a 17 de novembro: Muitos exemplos positivos da visão e crescimento da igreja em células estão dentro das denominações hoje em dia. Vamos trazer alguns deles e examinar especificamente o que eles fizeram para liderar sua igreja.
  • Semana 3 – 18 a 24 de novembro: Vamos observar algumas formas de agir das denominações que podem atrapalhar o envolvimento das células. Às vezes, as denominações querem que suas igrejas sigam programas específicos, e as sobrecarregam com a última estratégia da sede. Se o superintendente não estiver empolgado acerca do ministério em células, os pastores podem se sentir travados. Esse é o motivo pelo qual o pastor precisa de um mentor. O pastor também precisa ter a habilidade de dizer “não” aos programas que irão desviar o tempo e a energia das pessoas do evangelismo por relacionamento e desenvolvimento de liderança por meio das células.
  • Semana 4 (25 de novembro a 1º de dezembro): O que as denominações podem fazer para ajudar suas igrejas no ministério em células. Aqui estão algumas sugestões: 1. Aprender sobre o ministério em células; 2. Encorajar o ministério em células como uma das opções. 3. Providenciar mentores. 4. Oferecer seminários e recursos para as células.

Qual tem sido sua experiência no que diz respeito às denominações e a igreja em células?

Dr. Joel Comiskey

      [Anterior] [1] [2] [3] [4] [5] [6] [7] [8] [9] [10] [11] ... [58] [Próxima]